Repórter Guaibense

Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024

Notícias/Política

Em sessão extraordinária, Câmara aprova criação de mais cargos em comissão e da "calçada turística"

Câmara realizou sessão extraordinária na tarde da última segunda-feira (8)

Em sessão extraordinária, Câmara aprova criação de mais cargos em comissão e da
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Câmara de Vereadores de Guaíba realizou sessão extraordinária na tarde da última segunda-feira (8) para votar quatro projetos de lei. Entre eles, a proposta da mesa diretora da Câmara que cria mais quatro cargos em comissão, um de assessor superior e três de assessores de bancada, e a implementação da "calçada turística" no Centro de Guaíba.

Para o presidente João Caldas (PT), a criação do cargo de assessor superior se deve ao acúmulo de atividades do cargo de assessor de comunicação no último ano, responsável por assessorar a mesa diretora na organização de eventos e nas transmissões ao vivo das sessões ordinárias e solenes nas redes sociais.

"As pessoas tem que ter condições e tranquilidade para trabalhar", justifica.

Leia Também:

O cargos de bancada foram criados para os futuros partidos dos vereadores licenciados Airton Elegância e Juliano Ferreira, do Podemos, e Leticia Maidana, do PRD (da fusão de PTB e Patriota). Atuais secretários municipais do governo Maranata, os três devem voltar a Câmara de Vereadores ainda no primeiro semestre de 2024. 

Os vereadores também aprovaram o projeto de lei do executivo que implementa a "calçada turística" na principais avenidas e pontos turísticos do Centro, com no contorno do Largo José Claudio Machado, nas avenidas João Pessoa e Getúlio Vargas (beira), e nas ruas José Montaury, Cônego Scherer, Vinte de Setembro, Lauro Azambuja e Bento Gonçalves.

"Criar um ambiente mais organizado na cidade privilegiando o aspecto estético, cultural e turístico, além da acessibilidade e a melhoria da estrutura urbana, onde as pessoas se sintam mais acolhidas e até mais seguras para trafegar, certamente tornará a cidade com uma melhor autoestima e mais apta a receber as pessoas e os investimentos", diz o executivo.

Comentários:

Veja também