Repórter Guaibense

Notícias/Cidadania

Guaíba terá coleta de lixo eletrônico nesta quinta-feira

A coleta será realizada pela empresa Ambe - Gerenciamento de Resíduos Tecnológicos

Guaíba terá coleta de lixo eletrônico nesta quinta-feira
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Dia Internacional do Lixo Eletrônico será lembrado nesta quinta-feira (14) com a coleta de vários tipos de lixo eletrônico, como materiais de informática, de telefonia, áudio e vídeo, grandes equipamentos como geladeira e fogão e eletroportáteis. A ação acontecerá das 10h às 16h, no largo José Cláudio Machado (ao lado do estacionamento da hidroviária). 

O objetivo é reforçar a importância do descarte correto e reciclagem de produtos eletrônicos.

A coleta será realizada  pela empresa Ambe - Gerenciamento de Resíduos Tecnológicos, em parceria com a Prefeitura, que espera arrecadar nove toneladas durante todo o dia. Resíduos críticos como lâmpadas, pilhas e toners não serão recebidos.

O lixo eletrônico abrange não somente computadores e celulares, mas qualquer tipo de eletrodoméstico, como micro-ondas, geladeiras e máquinas de lavar. Também inclui aparelhos menores, como furadeiras, panelas elétricas, mixer, processador de alimentos, purificador de água, secador de cabelo, ventiladores e liquidificadores, além de qualquer tipo de pilha ou bateria.

Tanto os equipamentos quanto as baterias possuem substâncias que se jogadas no lixo e enviadas a aterros sanitários podem produzir danos importantes ao meio ambiente.

“Os produtos eletroeletrônicos descartados no lixo comum impossibilitam a reciclagem deles por entidades e claramente prejudicam o meio ambiente. De certa forma, impede que esses produtos tenham uma destinação correta, como é a atividade de entidades gestoras”, explica a gerente executiva da Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree), Mara Ballam.


Brasileiro não sabe que pode reciclar lixo eletrônico, aponta pesquisa

Todo ano, 53 milhões de toneladas de lixo eletrônico são descartadas incorretamente em nosso planeta. O Brasil é o quinto país do mundo que mais descarta da forma errada esses itens. Na América Latina, somos os primeiros.

Uma pesquisa encomendada pela Green Eletron, empresa que promove a gestão da logística reversa desses materiais, mostra que o brasileiro não tem conhecimento de que esse tipo de material pode ser reciclado. É o que aponta o gerente executivo, Ademir Brescansin.   

“O que a gente viu nessa pesquisa é que existe um certo desconhecimento das pessoas sobre o que é um eletroeletrônico e que realmente ele pode ser reciclado, praticamente, 100%”, afirmou.

Todo aparelho que funciona ligado na energia elétrica, ou com pilhas, é um eletroeletrônico. Inclusive aqueles equipamentos que utilizam a energia de outros aparelhos, como os pen drives, por exemplo.

A pesquisa mostrou, ainda, que 87% dos entrevistados guardam, por mais de um ano, equipamentos eletroeletrônicos que já poderiam ser descartados para reciclagem. Existem várias empresas que gerenciam esse serviço.

 

FONTE/CRÉDITOS: Agencia Brasil
Comentários:

Veja também