Repórter Guaibense

Sabado, 13 de Abril de 2024

Notícias/Educação

Milhares de estudantes voltam às aulas em escolas públicas de Guaíba nesta segunda

As escolas das redes estaduais e municipais de Guaíba retornaram às aulas na manhã desta segunda

Milhares de estudantes voltam às aulas em escolas públicas de Guaíba nesta segunda
Adriano Madruga
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

As escolas das redes estaduais e municipais de Guaíba retornaram às aulas na manhã desta segunda-feira (19), depois de cerca de dois meses das férias escolares.

Guaíba tem 19 escolas de Ensino Fundamental (EMEFs) e um anexo, cinco escolas destinadas ao atendimento da Educação de Jovens e Adultos (EJA), 10 de Educação Infantil e um anexo, além do Centro de Desenvolvimento de Potenciais (CEDP). A rede atende a um total de mais de 10.600 alunos.

O prefeito Marcelo Maranata e a secretária municipal de Educação, Magda Ramos, participaram de uma visita especial à escola Arlindo Stringhini nesta manhã. Ele destacou o zelo com a estrutura e os serviços prestados aos mais de 581 alunos da escola, parabenizando a direção pela dedicação e cuidado.

Leia Também:

Assim como em 2023, os alunos da rede municipal receberão uniformes e kits de materiais. Magda compartilhou algumas novidades para o ano de 2024: “vamos ampliar diversos projetos, incluindo o Sextou com Leitura Guaibense, que valoriza os escritores locais, e a implantação do programa Escola In Concert, destinado ao desenvolvimento musical”. Além disso, ela expressou sua satisfação com a chegada dos profissionais nomeados através do último concurso, destacando que esses novos integrantes representam um grande ganho para a rede municipal de ensino. 

A rede estadual começou o ano letivo com a ampliação de vagas das aulas de tempo integral da escola Ruy Coelho Gonçalves, a única de Guaíba que oferta ensino de tempo integral à estudantes de ensino médio. A iniciativa busca garantir novas oportunidades de aprendizagem e protagonismo a todos os jovens da rede de ensino. O novo modelo apresenta uma proposta pedagógica multidimensional, integrada às dinâmicas da atualidade e ao desenvolvimento das competências cognitivas socioemocionais.

A secretária estadual da Educação, Raquel Teixeira, ressalta a importância do acolhimento de alunos, professores e servidores neste primeiro momento, mas, também, enaltece os esforços do governo do Estado para fortalecer as políticas públicas educacionais que serão destaque no ano letivo de 2024. 

“Este é um ano letivo de consolidação das principais políticas públicas do Estado. De combate à evasão, de criar um ambiente seguro para crianças e jovens com o combate à violência escolar, de inauguração de novas obras que garantem a qualificação do ensino e do avanço do Ensino Médio em Tempo Integral, que vai preparar nossos jovens para suas futuras profissões e para o mundo do trabalho. Por tudo isso, tenho certeza de que teremos um grande e maravilhoso ano para a nossa Rede Estadual. Que todos sintam-se acolhidos desde já. Que tenhamos um ótimo ano letivo”, destaca.

A cidade contém cerca de 16 escolas estaduais, como a Gomes Jardim, Cônego Scherer, Nestor de Moura Jardim, Augusto Meyer, Nossa Senhora do Livramento e a Carlos de Moura e Cunha, que passa por uma ampla de reforma do programa Lição de Casa do governo do Rio Grande do Sul.

Comentários:

Veja também