Repórter Guaibense

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Notícias/Cultura

Orquestra Jovem Projari realiza concerto didático gratuito e aberto ao público nesta sexta

Apresentação, que estava marcada para maio, foi transferida para julho

Orquestra Jovem Projari realiza concerto didático gratuito e aberto ao público nesta sexta
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Na sexta-feira a Orquestra Jovem Projari realiza um concerto didático gratuito e aberto ao público. A apresentação, que estava marcada para maio, foi transferida para julho por conta da enchente no Rio Grande do Sul.

As crianças que participam das oficinas de percussão e instrumentos de corda apresentam seu desenvolvimento ao longo do projeto, que tem o objetivo de promover a inclusão social e fomentar vivências artísticas e socializadoras. O
concerto ocorre às 15h, na sede do Projari (Av. João Salazar, 250), em Guaíba.

Ao longo do concerto, os instrutores apresentam para os alunos e plateia informações sobre os instrumentos, explorando suas as sonoridades e características, além de tratar um pouco sobre o contexto das obras. Com repertório diverso, a apresentação inclui canções de Toquinho, Beatles, Queen, músicas do Método Suzuki, entre outras.

Leia Também:

"O concerto didático valoriza o universo da música e seu poder transformador, os benefícios cognitivos, a importância do convívio, socialização e troca de experiências entre as práticas musicais, utilizando uma linguagem simples e lúdica para aproximar o público”, comenta Sandro Souza, professor e coordenador geral do projeto.

O Projeto Orquestra Jovem e Ballet Projari iniciou suas atividades em março de 2013. Formado por crianças e adolescentes da comunidade de Guaíba, o projeto propicia momentos de socialização e troca de experiências através da prática musical, visando o desenvolvimento da sensibilidade, reflexão estética e aprimoramento das relações humanas. Com o objetivo de promover a inclusão social, o projeto fomenta vivências artísticas e socializadoras, de forma a oferecer a arte como meio de desenvolver a autoestima, as competências cognitivas, a inserção cultural e a cidadania.

As atividades são gratuitas e atendem 150 crianças e adolescentes nas oficinas de musicalização, ballet, percussão, violino, viola, violoncelo e prática de Orquestra.

Comentários:

Veja também