Repórter Guaibense

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Notícias/Educação

Marinha do Brasil reinaugura a escola profissional Solon Tavares após dois meses sem aulas

25 militares fizeram a limpeza do local e descarte de materiais destruídos pela cheia

Marinha do Brasil reinaugura a escola profissional Solon Tavares após dois meses sem aulas
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A escola e educação profissional Solon Tavares, na Cohab, foi reinaugurada na quinta-feira (4) após dois meses sem aulas. O trabalho foi da Marinha do Brasil, por meio do Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais em Apoio à Defesa Civil do RS.

Conforme o comandante da Força Naval Componente (FNC), Vice-Almirante Augusto José da Silva Fonseca Junior, a resiliência e o comprometimento da Marinha com a população materializaram-se nas entregas realizadas. “Os bravos militares aqui perfilados, Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil, trabalharam arduamente, durante cerca de 20 dias, demonstrando profissionalismo extremado e dedicação exemplar ao nosso país. Estamos com a justa sensação de dever cumprido”, afirmou. 

25 militares fizeram a limpeza do local e descarte de materiais destruídos pela cheia, depois realizaram a pintura e o transporte de novos materiais escolares para mobiliar a escola. O espaço é compartilhado entre alunos de duas instituições: cerca de 600 da própria Solon e 500 da escola municipal  Santa Rita de Cássia (anexo) que, além de seu prédio principal, funciona com uma estrutura na Solon Tavares.

Leia Também:

“Antes da enchente, na escola, tudo era muito bonito, alegre, divertido, depois ficou tudo muito feio. É muito legal ver o trabalho dos Fuzileiros Navais ajudando a gente, fazendo com que possamos voltar a nossa rotina escolar”, afirmou o aluno Miguel Henrique Rodrigues Pereira, 11 anos, do 6º ano da Escola Santa Rita de Cássia (Anexo).

Comentários:

Veja também