Repórter Guaibense

Notícias/Geral

Audiência pública apresenta impactos positivos das obras da CMPC em Guaíba

Representantes apresentaram andamento das obras do projeto BioCMPC

Audiência pública apresenta impactos positivos das obras da CMPC em Guaíba
Valmir Michelon
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Os impactos positivos das obras da CMPC em Guaíba foram temas de audiência pública na Câmara de Vereadores de Guaíba na noite da sexta-feira passada (3). O encontro teve a presença do gerente de Projetos Especiais, Otemar Alencastro, e de Relações Institucionais, Daniel Andriotti, que relataram o andamento das obras do projeto BioCMPC. 

Segundo Alencastro, atualmente cerca de 700 pessoas estão trabalhando na obra, sendo que o pico deve ser entre janeiro a março de 2023, quanto cerca de 3,7 mil trabalhadores estarão atuando na obra que irá construir uma nova caldeira. 

Buscando reduzir os impactos no trânsito e na rotina da cidade, o canteiro de obras está localizado ao lado da BR-116 e o acesso a empresa está sendo realizado pela rua privada da rodovia federal. A empresa tem priorizado o horário de trabalho de segunda a sexta. 

Segundo o gerente da empresa, a prioridade é a mão de obra da cidade, mas alegou que há carência de profissionais em algumas áreas que terão que ser buscadas em outras cidades. 

O muro acústico será ampliado de sete para 15 metros de altura e a empresa irá construir o centro cultural através do Instituto CMPC, numa nova portaria e o parque linear com ciclovia no entrono da empresa que irá ligar a praia da Alegria e o bairro Alvorada. 

Conforme a empresa, durante o projeto  serão gerados mais de 7,5 mil empregos, sejam eles de forma direta ou indireta, além da circulação de renda na economia local. Estão sendo investidos 2,75 bilhões na modernização do parque fabril. 

O vereador Miguel Crizel (UB), presidente da Comissão de Finanças e Orçamentos, presidiu a audiência e destacou  a importância do evento. “Sempre importante trazer esta valorosa empresa para junto da comunidade, assim deixamos em domínio público, com maior clareza o trabalho que está grande parceira do Poder Público realiza com excelência”, comentou.

FONTE/CRÉDITOS: Texto: Valmir Michelon
Comentários:

Veja também