Repórter Guaibense

Notícias/Geral

Temporal com rajadas de vento de mais de 100 km/h causa destruições em Guaíba

O mau tempo destruiu casas, carros, árvores e causou congestionamentos

Temporal com rajadas de vento de mais de 100 km/h causa destruições em Guaíba
Pedro Molnar
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Temporal com rajadas de vento de até 90 km/h causou destruições em toda Guaíba na tarde desta segunda-feira (17). O mau tempo destruiu casas, carros, árvores e causou congestionamentos nas principais avenidas da cidade, como na Avenida São José, no Centro, e na Avenida Ismael Chaves Barcellos, próxima do loteamento do Ipê. As principais ocorrências ocorreram nos bairros Cohab, Santa Rita, Loteamento do Ipê, Engenho e Centro. 

A prefeitura recebeu mais de mil pedidos de telhas e de lonas. Não há informações de feridos.

A cidade também teve ocorrências de um caminhão que tombou na BR-116, registrou queda de árvores em cima de um ônibus da Expresso Rio Guaíba e demoliu a igreja evangélica Betel, próximo ao bairro Cohab. Vidros foram quebrados no edifício comercial The Winner, no Centro, com cerca de 15 andares, e uma parada de ônibus caiu ao chão na avenida João Pessoa, próximo ao restaurante Caisinho. A escola Carmen Alice Laviguerre (Ciep), também na Cohab, está totalmente demolida. 

 

 

A Prefeitura decretou situação de calamidade pública na cidade. Em postagem nas redes sociais, disse que não foi notificada em tempo hábil pela Defesa Civil do Estado sobre a possibilidade desta ocorrência e que ainda no momento do temporal a prefeita em exercício Claudinha Jardim instituiu um comitê de crise para atender rapidamente à população de Guaíba que sofreu os impactos desta calamidade. Ela trabalha para organizar o trânsito, a retirada de árvores caídas e para restabelecer rapidamente o serviço público que também foi impactado pelo temporal.

"Estamos trabalhando incansavelmente para atender toda a nossa comunidade que foi prejudicada pelo temporal. Articulamos rapidamente o comitê de crise e estabelecemos um plano de ação emergencial para reerguer a nossa cidade", declarou ela.

Segundo a CEEE Equatorial, cerca de 15 mil clientes ficaram sem luz na cidade. A companhia de energia elétrica possui os seguintes canais de comunicação para atendimento: 

- site https://ceee.equatorialenergia.com.br/
- tel: 0800 721 2333 
- para falta de energia, SMS 27307, que deve ser preenchido com a palavra LUZ e o número da Unidade Consumidora (encontrado no canto superior direito da fatura de energia).

 

Comentários:

Veja também