Repórter Guaibense

Notícias/Política

Vetos de Maranata no plano plurianual geram discussão na Câmara de Vereadores; entenda

10 das 15 emendas foram vetadas por a maioria dos vereadores

Vetos de Maranata no plano plurianual geram discussão na Câmara de Vereadores; entenda
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Vereadores aprovaram, na terça-feira (19), o veto do prefeito Marcelo Maranata de 10 das 15 emendas que destinava verbas públicas do Plano Plurianual (PPA) dos próximos quatro anos. A sessão na Câmara durou quatro horas de discussão entre os parlamentares que discutiam os vetos das propostas, a maioria da bancada do PTB, oposição ao atual governo.

As de Carla Vargas, Tiago Green, Juliano Ferreira, Graciano Pereira e Airton Elegância destinava recursos para construção de centro de referência ao idoso, qualificação dos servidores da saúde, recuperação do açude do Parque Ruy Coelho Gonçalves (Coelhão), fomentar as entidades esportivas sem fins lucrativo, além de qualificar e ampliar o conselho tutelar e criar a guarda municipal. Todas foram vetadas, por 9 a 6. 

"Gostei muito que teve 15 emendas, 15 emendas é bastante. Isso significa que teve empenho das Câmara de Vereadores, e nenhuma foi colocada sem ter uma conversa com o prefeito e uma reunião com a gestão sobre as coisas que fizemos aqui. As pessoas estão cansadas das ideias de políticas públicas, elas querem que as políticas públicas saiam do papel", disse o líder do PTB Juliano Ferreira.

O líder do governo Alex Medeiros (Progressistas) disse as propostas sugeridas pelos parlamentares da oposição não cabe no orçamento e a grande parte dessas estão no programa Prometas, assinado há dois meses no auditório da Ulbra, de ações e projetos que a prefeitura pretende realizar até dezembro de 2024. 

"Desnatura o orçamento e desqualifica o programa de governo, e ai vamos no caminho de deixar o governo governar ou não. Precisamos colocar no papel aquilo que já está acontecendo na prática e aquilo que é importante fazer que esteja no programa de metas", disse.

Todos, por unanimidade, derrubaram os vetos de pavimentar vias públicas e manutenção da Usina de Asfalto, implementação do restaurante popular, abertura da farmácia aos sábado, domingos e feriados, renda básica cidadã, dos vereadores da base Alex Medeiros, João Collares, e a aquisição de material para práticas esportivas para atendimento nos CAPS e aluguel social para agentes de segurança, do PTB.

"A maiores das emendas que estão aqui, de uma forma ou outra, elas estão previstas indiretamente no PPA, e se ali não estão também estão no Prometas. Agora, tem algumas que tem haver com aquilo que já está sendo implementado e que não poderá deixar de constar no PPA. Deve estar no PPA o que está em andamento e adquirido", concluiu o progressista.

Comentários:

Veja também