Repórter Guaibense

Notícias/Política

Ex-professora e vereadora Jussara Pacheco é a entrevistada do Papo Guaibense; assista

Ela foi diretora da escola Rio Grande do Sul durante 20 anos e vereadora por um mandato

Ex-professora e vereadora Jussara Pacheco é a entrevistada do Papo Guaibense; assista
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A ex-professora, diretora escolar e vereadora Jussara Pacheco Molnar é entrevista desta semana no Papo Guaibense, gravado diretamente do Quintal Café e Flores. Ela aborda fases de sua vida e sua dedicação enquanto diretora da escola municipal Rio Grande do Sul durante 20 anos, vereadora de Guaíba entre 1997 e 2000, e como coordenadora dos postos de saúde na primeira gestão do ex-prefeito Maneca Stringhini. Aos 78 anos, atualmente mora em Cidreira, no Litoral Norte.

Filha do agricultor Didi Pacheco, Jussara nasceu em Porto Alegre e chegou em Guaíba quando tinha apenas nove anos. Durante muito tempo viveu em Bagé, no interior do Rio Grande do Sul, para estudar graduação em Estudos Sociais (hoje, História e Geografia) e voltou para Guaíba sendo professora. Atuou como professora nas escolas Frederico Link, Cônego Scherer e Gomes Jardim.

Ela ingressou como diretora da escola Rio Grande do Sul após a então secretária de Educação, Waina Maria Alencastro, o convidar em 1977. Foi conhecida pela comunidade escolar por ser exigente, durona, mas também dedicada trabalhando com disciplina e respeito. Transformou a instituição de 300 estudantes para quase 1 mil na zona sul de Guaíba, construindo quadras de esporte e instaurando a premiada banda marcial Rio Grande do Sul no final de década de 80.

Jussara deixou o legado na Educação em 1997, um ano depois que se elegeu vereadora da cidade com 519 votos nas eleições municipais de 1996. Foi a vereadora mais votada do partido, então PMDB, secretária e vice-presidente da Casa. Em 2001, assumiu a coordenadoria da Secretaria Municipal de Saúde para comandar o Pronto-Atendimento e as unidades de saúde que foram construídas naquela época nos bairros da cidade.

 

ASSISTA:

 

Comentários:

Veja também