Repórter Guaibense

Notícias/Geral

Guaíba receberá recursos do Estado para construção de 12 microaçudes na área rural

Governador Ranolfo Vieira Júnior assinou convênio com a cidade e mais 20 municípios gaúchos

Guaíba receberá recursos do Estado para construção de 12 microaçudes na área rural
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Guaíba receberá recursos do governo do Rio Grande do Sul para escavação de 12 microaçudes na área rural. O governador Ranolfo Vieira Júnior assinou nesta terça-feira (14) o convênio com a cidade e mais 20 municípios gaúchos comtemplados com o programa Avançar na Agropecuária e no Desenvolvimento Rural – etapa 1.

Serão atendidas 245 famílias com estruturas de armazenamento de água, dentro do contexto do Irriga+ RS, nesta fase inicial.

12 famílias devem serem beneficiadas em Guaíba, nas localidades do Bom Retiro, Logradouro, Petim, Matias, Assentamento 19 de Setembro, Logradouro e Morro Santana. As áreas são dos agricultores e pecuaristas Armendorino Pereira, Vivaldino Prado, Jorge Menezes, Gelson de Oliveira, Simome Palagatti, Itamar Barbosa, Jorge de Campos, Rubens Guerra, Ederson Ribeiro, Alvino Bittencourt e Nilvo Zimpel.

A partir da assinatura dos convênios, a Emater/RS-Ascar enviará à Seapdr os projetos técnicos dos microaçudes que serão analisados pela pasta. Após aprovação, o município receberá os valores correspondentes à contratação de até 24 horas/máquina de escavadeira hidráulica ou equipamento similar por açude.

O governador destacou a importância de políticas que tragam mais estabilidade para os agricultores diante das intempéries climáticas. “Estamos priorizando as medidas de irrigação e reservação de água, que são fundamentais. Isso não pode mais ser uma questão de governo, deve ser uma política de Estado para que possa trazer mais segurança para os que trabalham no campo”, disse.

O Avançar prevê a destinação de R$ 66,3 milhões para a escavação de cerca de 6 mil microaçudes no Estado, contribuindo para a ampliação das reservas de água, maior segurança hídrica em períodos de estiagem e mais produtividade nas propriedades rurais.

O secretário estadual de Agricultura e Pecuária, Domingos Velho Lopes, disse que é importante garantir celeridade na construção dos açudes para o aproveitamento do período de chuvas. “Não temos problema de pluviosidade no Estado, mas de distribuição da chuva. Por isso, temos pressa na construção dos microaçudes e na realização das demais ações estruturantes até o período de maior intensidade de chuva, entre o fim do inverno e o início da primavera. Temos que aproveitar este momento com as estruturas prontas e podendo reservar água para quando ocorrer a falta, no verão”, disse.

Comentários:

Veja também